OSTEOPATIA

Alguns movimentos acostumam mal o corpo e podem até provocar dores. Um tratamento que surgiu nos EUA, por meio de Andrew Taylor Still (1828-1917), tem como objetivo restabelecer a função das estruturas e sistemas corporais através da intervenção manual. Essa é a definição para a Osteopatia – uma especialidadeda fisioterapia que trabalha as articulações para uma reeducação que alivia e previne dores.

No Brasil e Europa, Fisioterapeutas são os profissionais indicados para trabalhar com a Osteopatia. A técnica é considerada uma terapia natural, mas não deve ser confundida com tratamento esotérico.

A Osteopatia é baseada em um detalhado exame clínico e um diagnóstico aprofundado e através de técnicas manuais restabelece a mobilidade perdida e dá equilíbrio ao sistema musculoesquelético, sacro-cranial e visceral. Desta forma mantém a elasticidade do tecido conjuntivo em todos os seus sistemas.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a Osteopatia como prática de saúde. A consulta ao Osteopata é feita, normalmente, após um quadro de dor, mas a técnica atua também na prevenção obtendo excelentes resultados.
A Viva Clínica de Fisioterapia possui osteopatas preparados para fazer sua avaliação e dar início ao tratamento com resultados logo nas primeiras sessões.

 


 

A REEDUCAÇÃO POSTURAL GLOBAL – (RPG)

 

A Reeducação Postural Global (RPG) é uma técnica terapêutica que tem como princípio trabalhar os músculos que são formados pelas fibras estáticas (músculos antigravitáriosresponsáveis pela nossa posição ereta) e fibras dinâmicas (responsáveis pelos nossos movimentos amplos em todas as direções do espaço). O diagnostico é individual e específico para cada paciente e cada sessão dura de 45 a60 minutos. O tratamento é indicado para pessoas de todas as idades.

A RPG é um tratamento sem uso de medicamentos que trabalha com manipulações de vértebras e de membros, visando à liberação e alongamento total de músculos que com o passar dos anos ficaram encurtados causando os desvios posturais. O método também trabalha com a respiração do paciente, que é específica para cada caso, proporcionando um alongamento muscular e melhorando a funcionalidade entre a respiração e a postura.

Antes do início do tratamento, o paciente precisa passar por uma avaliação completa postural, na qual serão analisadas as posições que mais causam dor para chegar a conclusão do que está afetando aquela pessoa.  Durante o tratamento caberá ao fisioterapeuta tentar descobrir como a causa do problema se relaciona com o sintoma, analisar   as compensações que o paciente desenvolveu, e revelar as retrações de defesa criadas por ele para esconder uma dor ou uma tensão.

 

 

Baseada em onze posições diferentes, o paciente reaprende a postura correta, livrando-se das dores. Em geral, a pessoa que recebe alta da RPG está com seu problema resolvido. Mas é recomendado o acompanhamento porque no dia a dia o paciente pode desaprender as posturas corretas. O importante é que o trabalho seja feito o suficiente para proporcionar uma postura natural ao paciente. Ou seja, para que ele aja naturalmente com uma postura correta.

A Reeducação Postural Global é uma técnica fisioterapêutica desenvolvida na França a partir do trabalho de Françoise Mézières e de vários anos de estudos e pesquisas em áreas da Biomecânica e Biofísica. Foi trazida para o Brasil por um de seus alunos, Phillipe Emmanuel Souchard, autor de “O Campo Fechado”, que aprimorou e registrou a marca RPG.

 


 

PILATES FISIOTERAPÊUTICO

Músculos firmes, fortes e alongados, ótima postura, articulações mais saudáveis, melhor capacidade de respiração e maior tolerância ao stress são alguns dos benefícios do Pilates.

Pilates, método de condicionamento físico criado na Alemanha, por Joseph Pilates, na década de 20, melhora a flexibilidade, a consciência corporal, o equilíbrio e força, sem a hipertrofia muscular. Os exercícios demandam concentração e controle do corpo.

Pilates oferece um atendimento personalizado e pode ser praticado por pessoas de todas as idades e níveis de condicionamento físico. Além de também poder ser utilizado como atividade física.

Este sistema é indicado ainda para a reabilitação de pacientes pós-cirúrgicos, que apresentam dor aguda, sequelas neurológicas decorrentes de AVC’s (acidente vascular cerebral), parkinson, distrofias musculares. Outra indicação diz respeito a patologias que acometem as diversas articulações do corpo como dores cervicais, dorsais e lombares, artroses, tendinites, torções, estiramentos musculares, hérnia de disco, escoliose, má postura, entre outras. O método também é bastante utilizado em pacientes no período pré e pós-parto.

 

 

Para quem não gosta do ambiente agitado das academias, o Pilates é ideal, pois permite um corpo malhado sem puxar ferro. Tanto em aparelhos como no solo, o Pilates é uma ginástica livre de impacto e que respeita a individualidade. No solo, os exercícios exigem ainda mais do praticante, que tem que controlar sozinho o próprio corpo.

 


 

MESA DE TRAÇÃO ELETRÔNICA

A mesa de tração cervical e lombar proporciona mobilização do sistema ósseo e dos músculos. Pode ser utilizado para aliviar a radiação periférica/ ciática e dor associada com:

• Discos Proeminentes
• Impacto da raiz espinhal
• Discos Protraídos
• Hipomobilidade
• Discos Herniados (Hérnias de disco)
• Doença de degeneração da articulação
• Doença de degeneração do disco
• Síndrome da Faceta
• Síndrome da faceta posterior
• Fraturas por compressões
• Problemas agudos da faceta
• Dor da articulação
• Dor radicular
• Dor discogénica
• Discos Prolapsados

O dispositivo permite obter estes efeitos através da tração mecânica dos discos intervertebrais, isto e, descomprimindo.

A Tração não é indicada nos seguintes casos:
• Doença estrutural secundária ao tumor ou infecção
• Pacientes com risco vascular
• Qualquer condição para a qual o movimento é contra-indicado
• Pacientes com grave luxação, entorse e inflamação que poderiam ser
agravadas com a terapia de tração
• Pacientes com instabilidade na espinal
• Gravidez
• Osteoporose
• Hérnia de hiato
• Claustrofobia
• Problemas cardíacos ou pulmonares


 

PALMILHAS PROPRIOCEPTIVAS (RECALIBRAÇÃO POSTURAL)

 

Método criado pelo ortopedista francês Bernard Bricot que permite a fixação do ganho postural adquirido com o uso de palmilhas desenvolvidas de acordo com a necessidade do paciente (confeccionadas individualmente). Na avaliação do paciente é feita uma análise na qual é identificado o local de origem do desequilíbrio postural e suas consequências sobre o corpo.  O tratamento, comprovado cientificamente, leva de um a três anos. No primeiro ano, o paciente deve retornar ao consultório da VIVA FISIOTERAPIA a cada dois meses. O objetivo do uso das palmilhas é tratar as causas dos desequilíbrios posturais, evitar as recidivas dos sintomas (dor, falta de força, etc.) e a progressão ou a manifestação de doenças causadas por má postura (ex. artroses, hérnias de disco, etc.).

 


 

DRY NEEDLING – (AGULHAMENTO SECO)

Tratamento realizado com agulhamento do paciente, que utiliza as mesmas agulhas da acupuntura oriental, mas seu embasamento é na medicina ocidental.

 

O agulhamento a seco, como também é conhecido, é usado por fisioterapeutas como parte da prática clínica ou concomitante a outros métodos de terapia para desativar pontos gatilho que geram dor nos pacientes. O método permite que, com a utilização das agulhas de acupuntura inseridas na pele ou no músculo do paciente, seja possível eliminar os pontos de tensão muscular de forma que eles se dissolvam e a musculatura volte a relaxar. A técnica possui evidências cientificas e eficácia comprovada em vários centros de tratamento de dor no Brasil e no Mundo.

 


 

BAROPODOMETRIA / ESTABILOMETRIA

Plataforma que permite um estudo do equilíbrio postural por meio da barometria eletrônica. Por analisar a correlação dos olhos, pés e postura do paciente, levando em consideração os dois lados do corpo e os aspectos descendentes e ascendentes, é possível um diagnóstico mais preciso por meio de gráficos. O aparelho é o que tem de mais avançado disponível atualmente no mercado.

 

 


 

AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA / AVALIAÇÃO DE EXAMES

 

O tratamento de hérnia de disco e doenças da coluna vertebral se torna mais completo por meio da utilização de técnicas associadas como a osteopatia, a RPG e o Pilates Fisioterapêutico. Desta forma, o fisioterapeuta passa a tratar as dores da coluna pelas suas causas e não somente através do controle dos sintomas, ou seja, da dor. Tratando assim a origem das patologias e não somente suas consequências.

A Viva Clínica de Fisioterapia tem um programa pioneiro em Teresina que associa as três técnicas promovendo a descompressão das estruturas intervertebrais da coluna, bem como o fortalecimento específico dos músculos que dão sustentação e estabilização vertebral.

Com a utilização das técnicas, o fisioterapeuta consegue a liberação, relaxamento da musculatura contraturada, fortalecimento dos músculos abdominais e da regiãodorsolombar e desenvolve o apoio muscular ao redor da coluna para uma melhor funcionalidade de todo o corpo. O tratamento deve ser iniciado em pleno quadro álgico para alívio das dores e diminuição da inflação já que os fatores causais de compressão discal são devidamente avaliados sempre levando em conta a individualidade de cada paciente para que o uso de medicações seja aos poucos retirado.

 

O tratamento de 95% das hérnias de disco tem bons resultados com a associação das técnicas que buscam restabelecer o equilíbrio da coluna comprometida com o rompimento da estrutura discal. Além de recuperar a função, o tratamento desenvolve um plano de assistência a saúde da coluna e orienta o paciente sobre como evitar recorrências deprotusão de disco.

 


 

FISIOTERAPIA EM REUMATOLOGIA

Alivio da dor, recuperação dos movimentos, aumento da força muscular e da flexibilidade e retorno do bem estar nas atividades funcionais. Esses são alguns dos objetivos da Fisioterapia Reumatológica que consiste no tratamento
de patologias crônico-degenerativas, tais como: artrite reumatóide, artrose, osteoporose, osteoartrose, dentre outras que acometem os tecidos conjuntivos.

A maioria das doenças reumatológicas gera algumas incapacidades e a Fisioterapia Reumatológica visa prevenir a instalação de deformidades, além de evitar a progressão de deformidades já existentes e melhorar os movimentos de pacientes com problemas nas articulações, músculos, ligamentos e tendões. O programa de fisioterapia é definido de acordo com as necessidades do paciente e baseia-se em uma avaliação que deve ser iniciada ainda no período agudo da doença para que haja uma maior chance de melhora e de manutenção desta recuperação.

Fisioterapia em Obstetrícia

A Fisioterapia em Obstetrícia atua no período pré e pós-parto com exercícios terapêuticos moderados que melhoram a flexibilidade e a resistência da mulher para que ela consiga ajustar-se às mudanças físicas e enfrentar todas as etapas da gravidez.

A Fisioterapia Obstétrica traz ainda melhora dos desconfortos gerados por algumas alterações comuns durante a gravidez e possibilita uma recuperação mais curta para a mulher. Favorecendo um retorno às atividades cotidianas e trabalhistas mais rapidamente. Além de utilizar técnicas de relaxamento, respiração e posicionamento que ajudam a preparar a mulher para o parto.

Fisioterapia do Trabalho

É cada vez maior o número de casos de doenças ocupacionais como a LER (Lesões Pós-Reforço Repetitivos) que acabam impossibilitado ou afastando as pessoas de suas tarefas no trabalho, no lar e até mesmo no lazer. A Fisioterapia do Trabalho desenvolve programas que visam o tratamento e a prevenção dos distúrbios articulares e musculares relacionados com o trabalho.

As orientações e tratamentos da fisioterapia trarão uma melhor qualidade de vida para o trabalhador o que consequentemente refletirá no aumento do seu desempenho no ambiente de trabalho.

Dentre os tratamentos que podem ser implementados estão programas, como ginástica laboral e de pausa, que visam desenvolver uma maior consciência corporal e postural, gerando um bem estar físico e emocional no ambiente de trabalho. Osteopatia, RPG original e Pilates fisioterapêutico também fazem parte do tratamento e da prevenção de lesões.

A Fisioterapia do Trabalho ainda analisa o ambiente do trabalhador para identificar fatores de riscos a saúde e propor medidas corretivas e preventivas.

Fisioterapia Desportiva

Pessoas que praticam esportes estão suscetíveis a lesões e para evitá- las e recuperá-las existe a fisioterapia desportiva que atua na prevenção, planejamento, implantação, coordenação e supervisão de programas destinados à recuperação funcional de atletas amadores e profissionais.

A Fisioterapia desportiva orienta o atleta e os praticantes de atividades físicas quanto aos possíveis desequilíbrios musculares presentes e o desempenho biomecânico em cada modalidade esportiva e assim trabalha o fortalecimento das regiões mais susceptíveis a lesões. Além de atuar na reabilitação de lesões músculo-esqueléticas e também na pós-cirurgia para colocar o atleta de volta à prática esportiva o mais rápido possível sem riscos de haver o reaparecimento da lesão.

Atualmente, a Osteopatia, a RPG original e o Pilates fisioterapêutico vêm sendo utilizados por atletas de alta performance para potencializar seus gestos motores e evitar e tratar as patologias.

Fisioterapia Neuromuscular

As doenças neuromusculares afetam todas as etapas da vida humana, desde a infância até a velhice em ambos os sexos, e representam um dos problemas mais difíceis para o fisioterapeuta já que não possuem cura, mas precisam de constante acompanhamento para restaurar a qualidade de vida dos pacientes.

Existem algumas doenças neuromusculares mais comuns como a Distrofias Musculares, Amiotrofias Espinhais, Esclerose Amiotrófica, Charcot Marie, Neuropatias, Miastenias, além das Mitocondriais (mais raras), entre outras. E o tratamento realizado pelo fisioterapeuta deve prevenir as incapacidades como a deformidade e a falta de mobilidade para que a função seja potencializada ao máximo.